Mundo Mágico: Seres da água




- Ondins e Ondinas
Assim como os outros elementais, ondins e ondinas atuam na essência invisível e espiritual. Sua função é de controlar o elemento água, estando presente em todos os lugares onde esse elemento se encontra, inclusive tendo grande influência sobre seres humanos, que têm quase 80% de água em sua composição. Em sua grande maioria, ondins e ondinas são muito parecidos com sereias, tanto em sua forma, quanto em seu tamanho, porém podem se transformar em água quando bem entendem.

- Sereias e tritões
Metade peixe, metade humano, as sereias e tritões são bastante conhecidos principalmente por sua beleza. Vivem geralmente nos mares e lagunas (água salgada), mas há relatos de sereias e tritões em lagos, lagoas e rios (principalmente nos mais isolados e desconhecidos). Vivem em sociedades organizadas por suas próprias regras.

- Fadas da água
      São uma espécie de fada que vive próximo a lagos e lagoas. Dotadas de calda de peixe e asas de fada, esses seres preferem água doce. A pele das fadas das águas tem uma coloração azul esverdeada e algumas partes escamadas. São seres que vivem pouco em relação às fadas comuns. Convivem bem, em geral, com outros seres e sempre estão em grupos de duas ou mais fadas da água.

TAG: Livros Opostos

Olá!

Hoje eu vou responder uma TAG que foi criada pelo Bruno Miranda, do canal Minha Estante. Essa TAG consiste em pegar um livro com uma característica e outro com uma característica oposta à do primeiro livro. São 10 características e seus opostos.

Eu pensei em gravar um vídeo dessa TAG pra o canal, mas achei que podia ficar muito longo. Então, resolvi responder aqui no blog mesmo.

Vamos lá!

1) Primeiro livro da sua coleção e último comprado:


O primeiro livro da minha coleção não foi exatamente Harry Potter e a pedra filosofal, pois minha mãe me comprava alguns livros infantis pra estimular o gosto pela leitura, tinham também os livros paradidáticos, mas o primeiro livro da saga Harry Potter foi um marco e por isso o escolhi como o primeiro da minha coleção. Foi a partir dele que comecei realmente a gostar de ler e por causa dele me tornei escritora.

O último livro que comprei foi Cemitérios de Dragões, do Raphael Draccon. Eu não comprei assim que lançou e por isso ele está aqui como meu último livro comprado.


2) Um livro que você pagou barato e um livro que pagou caro:


Eu comprei essa edição de O Mágico de OZ em uma promoção e paguei 8,00 reais por ele. De todos os meus livros, esse foi o mais barato.

Esse volume único de As Crônicas de Nárnia é uma edição que junta os 7 livros em um só volume. Na verdade eu ganhei ele de presente da minha mãe, mas ele custa 99,00 reais. Não lembro de ter um livro mais caro que esse na minha estante.


3) Um livro com protagonista homem e um com protagonista mulher:


Escolhi o último livro da saga Harry Potter só como representação, mas na verdade seria toda a saga que tem o protagonista homem.

Como protagonista mulher, claro, escolhi Aurora, do meu livro A Filha de Gaia xD Pode fazer propaganda do próprio livro?


4) Um livro que leu bem rápido e um que demorou pra ler:


Na verdade, eu não leio rápido. Gosto de demorar lendo, de apreciar a leitura, de ir vivendo com o personagem. Considerando isso, o livro que li mais rápido, considerando tamanho do livro e tempo de leitura, foi O Inverno das Fadas. Li em um final de semana. Para mim isso é bem rápido.

O primeiro livro da saga Harry Potter foi o que mais demorei para terminar de ler. Levei quase um mês. Como eu não gostava de ler, pra mim foi difícil começar. Eu achava A pedra filosofal um livro grande demais e achava que não terminaria nunca.


5) Um livro com capa bonita e um com capa feia:


Tem várias capas de livros que eu AMO e muitos do que estão na minha estante eu poderia ter escolhido como a capa mais bonita. Mas, não sei explicar porque, sou apaixonada por essa capa de Peter Pan. Amo esse estilo de desenho.

Eu acho muito sem graça essa capa de Ponte para Terabítia. É um livro lindo, uma história emocionante, mas detesto essa capa.


6) Um livro brasileiro e um livro internacional:


Eu não podia deixar de colocar lado a lado esses dois autores que tanto me inspiram (um brasileiro e uma inglesa). J. K. Rowling me despertou para a leitura e escrita. Draccon me faz continuar sonhando.

Escolhi o primeiro volume de Dragões de Éter, pois é a história que mais gosto de Raphael Draccon. Em relação a Harry Potter, mais uma vez me refiro à saga como um todo. Escolhi A ordem da Fênix somente para ilustrar.


7) Um livro mais fino e um mais grosso:


Os livros mais finos que tenho são Animais Fantásticos e Onde Habitam e Quadribol através dos séculos. Eles são uma leitura complementar para quem gosta do universo de Harry Potter.

Os livros mais grossos da minha coleção com certeza são os de As Crônicas de Gelo e Fogo.

Para comparar os dois

8) Um livro de ficção e um de não ficção:


Na realidade, quase todos os meus livros são de ficção, pois o que eu mais gosto de ler é literatura fantástica, que é uma vertente da ficção. Para ilustrar, escolhi o primeiro livro da série As Brumas de Avalon, que é uma história que eu amo.

Como não ficção, escolhi o livro Fahrenheit - 11 de Setembro, que é o livro do documentário homônimo de Michael Moore.


9) Um livro meloso e um livro de ação:


Na verdade eu não tenho na minha estante um livro exatamente meloso, estilo Nicholas Sparks. Então, escolhi um que tem um romance: A fada.

Para o livro de ação, escolhi Os Gonnies, que é o livro baseado no filme. Na verdade, esse livro é mais de aventura, mas que aventura não tem ação envolvida, né?


10) Um livro que te deixou feliz e um que te deixou triste:


Eu nem pensei duas vezes pra escolher um livro que me deixou feliz. Com certeza se alguém me perguntar qual livro te fez morrer de rir na sua vida, com certeza a resposta é: Feérica.

Já Ponte para Terabítia, não é que tenha me deixado triste, mas eu chorei MUITO no final. Claro não vou contar qual é!


E ai, gostaram da TAG?

10 Fatos e Curiosidades sobre mim




1) Comecei a gostar de ler aos 11 anos, quando conheci a série Harry Potter. Foi aí que eu desejei escrever, pois sonhei em contar uma história tão incrível como aquela.

2) Eu sou uma pessoa super tímida quando estou em um lugar novo ou com pessoas que acabei de conhecer. Fico super travada e as vezes acabo passando por antipática por causa disso (mas eu não sou tá gente!).

3) Justamente por causa da minha timidez, aos 13 anos comecei a fazer teatro pra tentar me soltar mais. Não consegui, mas descobri algo que foi uma paixão por algum tempo na minha vida. Eu até pensei em ser atriz. Queria fazer faculdade de Artes Cênicas, ir morar no Rio de Janeiro e tentar um papel em alguma novela da Globo (Não me julguem. O que a gente não pensa quando é adolescente xD).

4) Tenho um sério problema com o fato de falar em público, mas trabalho para melhorar isso, já que ,como escritora, isso é algo muito necessário.

5) Eu fiz faculdade de Psicologia meio que por falta de opção. Eu nunca tinha pensado em ser psicóloga na vida. Mas quando comecei o curso, acabei me descobrindo e me apaixonando.

6) Sou super envolvida com artes em geral. Sou escritora, fiz teatro, adoro artes manuais, amo cinema, música (faço aula de canto), dança. Enfim...

7) Coloco muito de mim nos meus livros. As vezes algumas características, experiências, situações. Claro que de forma velada. Contudo, se o leitor me conhecer bem, vai acabar me percebendo nas personagens.

8) Tenho uma dificuldade enorme de me desapegar de um personagem. É por isso que vez ou outra um personagem que originalmente era de uma história aparece em outra. Nos meus livros "Contos do Mundo Mágico" e "A Filha de Gaia", por exemplo, o Mundo Mágico é um só. Então, é provável que, de uma forma ou de outra, algum personagem acabe aparecendo em mais de uma história.

9) Tenho um grande desejo de traduzir meus livros (ou algum livro meu) pra inglês.

10) Quando estava terminando de escrever meu primeiro livro (na verdade, o último conto do meu primeiro livro), comecei a pensar em coisas como "e se eu não tiver mais nenhuma ideia bacana que valha a pena ser escrita?". Mas nem tive muito tempo pra pensar sobre isso, porque logo me veio a ideia para o meu segundo livro. Enquanto eu estava escrevendo, lá pelo meio da história, me veio novamente o mesmo pensamento. E, da mesma forma como tinha acontecido da primeira vez, logo em seguida, tive a ideia que gerou o terceiro livro, o que me fez escrever os dois ao mesmo tempo. Passei por isso somente mais uma vez, mas depois que tive a ideia para meu quarto livro (a continuação de "A Filha de Gaia"), já tenho planejada uma trilogia e mais um livro (que provavelmente transformará "A Filha de Gaia" em trilogia). Então, nunca mais me preocupei com a falta de ideias.

Mundo Mágico: Seres do fogo



- Salamandras
Parecem ser feitas do próprio fogo. Sem elas, o elemento não pode existir. Elas vivem no reino do fogo e têm o poder de transformar e desencadear emoções. As Salamandras, não têm forma definida, a não ser as guerreiras e o Rei das salamandras, que apresentam uma aparência humanóide com uma calda de fogo. As demais parecem bolas feitas desse elemento e que podem atingir até seis metros de altura. Suas expressões faciais, quando percebidas, são rígidas e severas. Dentro de todas as suas formas energéticas, estes seres são capazes de desenvolver pensamentos e emoções. Esta capacidade derivou-se do contato direto com o homem e da presença deles em seu cotidiano. Por esse motivo, as Salamandras desenvolveram forças positivas, capazes de bloquear vibrações negativas ou não produtivas, permitindo um clima de bem estar aos humanos.
O homem é incapaz de se comunicar adequadamente com as Salamandras, pois elas reduzem a cinzas tudo aquilo de que se aproxima. Muitos místicos antigos, preparavam incensos especiais de ervas e perfumes, para que quando queimados, pudessem provocar um vapor especial e assim formar em seus rolos a figura de uma Salamandra, podendo ,dessa forma, sentirem sua presença.

- Fadas do fogo
     São seres que parecem feitos do próprio fogo. Pouco se sabe sobre elas. É conhecido somente que elas sempre estão perto das salamandras e vivem no reino delas. Se assemelham a pequenos insetos alados. Fora o nome, não há relação direta desses seres com as fadas ditas puras.